Tratamentos Para a TPM

Por mais que TPM (Tensão pré-menstrual) seja comum, o fato é que ela pode, em alguns casos, ser bem desagradável, apresentar sintomas que acabam afetando a rotina e até relacionamentos e, claro, ninguém quer isso, não é mesmo?

Infelizmente, não existe um único remédio ou tratamento para TPM, mas alguns tratamentos tópicos, de acordo com determinados sintomas e tipos de TPM (sim, existem diferentes tipos).

Pensando nisso, resolvemos mostrar aqui quais os tratamentos indicados para cada tipo de TPM, confira. Lembrando que se você deseja tratar a tpm de forma rápida e natural, basta você usar algum produto que seja eficaz, e o Laisvè é um suplemento em cápsulas 100% natural que ajuda nesse processo.

Tratamentos: TPM tipo A

Então, TPM tipo A é caracterizada pelo grande estresse e ansiedade, e a melhor maneira de amenizar esses sintomas é mantendo uma dieta equilibrada e praticando exercícios físicos, que ajudam a liberar endorfina (hormônio do prazer).

Em casos mais graves, alguns medicamentos podem ajudar, como os ansiolíticos, que podem ajudar a amenizar os sintomas.

Porém, só um médico poderá indicar o melhor tratamento.

Tratamentos: TPM tipo C

Para amenizar esse tipo de TPM, relacionado à compulsão alimentar,  é fundamental investir em escolhas alimentares mais saudáveis e tentar praticar atividades físicas, para ajudar a amenizar a dor de cabeça.

Invista em alimentos ricos em ômega 3, presente nos peixes e frutos do mar, pode ajudar a controlar essa compulsão. Também, em casos específicos, pode ser recomendado o uso de ansiolíticos e alguns medicamentos para compulsão.

Alguns medicamentos podem ajudar a prevenir enxaqueca e dor de cabeça,  como o topiramato, porém, só um médico poderá receitá-lo. Em alguns casos, é recomendado o uso de anticoncepcional de baixa dose, ou analgésicos comuns, para aliviar a dor.

Tratamentos: TPM tipo D

Esse tipo de TPM tem como principal característica a depressão, e em casos  mais graves, pode ser receitado o uso de antidepressivos. Mas, vale saber que,  geralmente, esse sintoma pode ser controlado apenas com uma dieta equilibrada e a prática de atividade física. Evitar álcool e tabaco também ajuda.

Tratamentos: TPM tipo H

Como a retenção líquida é uma das principais características desse tipo de TPM,  o uso de diuréticos, em alguns casos, pode ajudar. Porém, o melhor é procurar  reduzir o consumo de alimentos como sal e cafeína, para ajudar a reduzir o inchaço.

Tratamentos: TPM tipo O

As dores e sintomas muitos fortes durante a menstruação característicos desse tipo de TPM, podem ser amenizados com o uso de anti-inflamatórios, naqueles dias que precedem o fluxo menstrual, assim como, nos primeiros dias.

Reduzir o consumo de sódio também é aconselhável para quem percebe o aumento na frequência de urina.

É possível bloquear a ação hormonal masculina sobre a pele, que causa a acne, com o uso de anticoncepcional com ação antiandrogênica, ou tratamento local.

Vale investir, também em exercícios, redução de sal, cafeína, álcool, açúcar e cigarro para tratar possíveis náuseas e infecções do trato respiratório.

Anticoncepcionais para TPM

Pílula anticoncepcional, no caso de sintomas leves,  pode ajudar a eliminar a TPM, e isso por manter os níveis de estrógeno sempre elevados, evitando, assim, a queda brusca que ocorre antes da menstruação, e que é a maior responsável pelos sintomas.

Mas, muita atenção, já que anticoncepcionais com altas taxas de hormônio podem ter efeito oposto, agravando a TPM.

Por isso, é fundamental conversar com sua ginecologista, que irá avaliar seu caso e saberá indicar o melhor anticoncepcional, ou se esse é o melhor tratamento para você.

Tratamento para TDPM

Acredite, existem TPMs muito severas, chamadas, nesse caso, TDPM, tensão disfórica pré-menstrual, e nesses casos, pode ser indicado uma injeção de acetato de medroxiprogesterona.

Porém, atenção, foram relatados casos em que esse medicamento aumentor alguns sintomas experimentados na TPM, como o aumento do apetite, ganho de peso, dor de cabeça e humor deprimido. Por isso, é sempre fundamental procurar um profissional, qualificado, e conversar para, juntos, decidirem a melhor forma de tratar sua TPM.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *